A tecnologia não vai resolver seus problemas

posted in Artigos

A tecnologia não vai resolver seus problemas

Todos temos problemas na vida. Alguns estão acima do peso, deprimidos ou cansados o tempo todo. Alguns de nós não conseguem mais ser criativos ou desenvolver nossas habilidades no trabalho. Falta motivação, força de vontade e força para tomar algumas atitudes em nossa vida.

Muitos sentimos que a tecnologia é o que vai nos salvar. Se nós tivéssemos uma cozinha mais ampla e com mais eletrodomésticos, seriamos grande cozinheiros. Ou se pelo menos tivéssemos aquela câmera, poderíamos atingir 100% do nosso potencial fotográfico. Ou aquela mochila a prova d’água, assim andaríamos pela floresta tirando fotos sem se preocupar com nada. Ou se tivéssemos aquele computador, laptop, tablet; seríamos mais produtivos e felizes.

Eu sou totalmente culpado do que acabei de acusar acima. Me sinto assim diversas vezes. Culpo a tecnologia, nunca a mim mesmo.

Quando falta inspiração para escrever, acho que preciso de um notebook novo, ou talvez um segundo monitor, um iPad com teclado ou alguma coisa do tipo.

Quando falta motivação para fotografar, digo a mim mesmo que se eu tivesse aquela câmera ou aquela lente, repentinamente eu me tornaria mais motivado para tirar fotos (nunca acontece).

Aquele aplicativo não vai te fazer aproveitar melhor o tempo. Aquele computador não vai te fazer mais produtivo ou criativo. Aquele celular não vai revolucionar sua vida.

Porque sempre sentimos culpa da nossa falta de acesso a certa tecnologia ou ferramenta e não com nós mesmo?

Acho que nós, me incluo neste grupo, culpamos a tecnologia porque somos ensinados a fazer isso. São incontáveis as propagandas que sugerem que se não tivermos o iPhone ou Macbook mais novo nossa criatividade nunca poderá chegar ao seu máximo potencial. Todos esses reviews de câmeras em sites e blogs criam uma falta de satisfação com o nosso equipamento. Se tivéssemos mais megapixels, menos ruídos, talvez pudéssemos tirar fotos melhores e mais criativas.

Também sinto que estamos sempre comparando aquilo que temos com os outros. É uma chato não ter um drone quando todos os seus amigos tem um. As redes sociais não ajudam também. As pessoas sempre estão mostrando o que tem online. Isso cria um sentimento de que não temos o suficiente, porque estamos nos comparando com outros.

O erro que cometemos é não perceber que a cada seis meses ou a cada ano, a tecnologia que usamos fica desatualizada. E não importa se compramos o mais novo não sei o que, achamos que será para sempre o melhor e o mais rápido.

Então quando compramos uma nova peça de tecnologia, subestimamos o impacto dela em nossa vida. Isso significa perceber que sempre que você comprar algo, a primeira semana ou segunda ele será a coisa mais maravilhosa que você já teve. Porém em algumas semana você fica acostumado e volta ao seu comportamento normal. Você compra uma máquina fotográfica e depois de algumas semanas perde a inspiração que você tinha certeza que ia durar para sempre.

O segredo é ser grato com o que você tem e só fazer upgrades quando for realmente necessário. O seu computador demora alguns minutos pra ligar, trava direto e não consegue rodar os programas que você precisa para trabalhar? Hora de trocar. Sua câmera não liga mais ou está com o sensor estragando? Hora de comprar uma nova.

Então eu não estou dizendo que você nunca deve comprar coisas novas. Só não compre por comprar. E mais, não culpe as ferramentas por não conseguir desenvolver o trabalho criativo que você deseja.

Vamos considerar, podemos atingir nossos objetivos com o que já temos? Muitas invenções aconteceram a partir da falta de tecnologia disponível e não pela abundância dela.

Alguns fotógrafos só conseguem comprar um celular, e como resultado conseguem explorar ao máximo a ferramenta que tem em mãos e conseguem imagens maravilhosas. Acho que existem muito mais fotógrafos criativos com celulares do que fotógrafos profissionais com seus equipamentos super caros. Ter um computador caro não te faz escrever melhor. É o ser humano, o que ele consegue desenvolver, não a ferramenta.

Claro que ter a ferramenta correta e a tecnologia mais nova faz a vida mais fácil. Mas vamos aprender a fazer o melhor com o que temos e não reclamar por não ter o “melhor”. Porque mesmo quem tem o melhor nunca está satisfeito e você também não ficará. Que nosso alvo seja o “bom o suficiente”.

Tradução: http://erickimphotography.com/blog/2016/09/16/technology-wont-fix-your-problems/